POR MOTIVO DE TRATAMENTO MEDICO NÃO ESTOU ACEITANDO NOVOS PEDIDOS. OBRIGADA

ACOMPANHE O ATELIER TBM PELO FACEBOOK
https://www.facebook.com/FloresSendoArtesanatos

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Local do encontro

Oi gente, olha q delicia esse lugar foi a Fer quem achou, para quem não sabe não estou sozinha organizando esse encontro, a Fer é minha parceira nessa nossa reunião, e a ajuda dela tem sido fundamental....olha que café aconchegante, achei q tem cara de casa de vó,rsrsrsrs qdo vi a foto do jardim achei perfeito porque não sei se sou só eu, mas não tenho com quem deixar minha filha de 2 anos então ela vai participar do encontro, sendo assim preciso q tenha um espaço q ela possa andar perto de mim sem se perder ou correr pra rua e esse jardim é perfeito...Não é cobrado a entrada apenas o que for consumido, o valor vai ser aproximadamente R$15,00 por pessoa com pão de queijo, suco, café, bolo e varias outras coisas... Copiei a reportagem completa sobre o local e coloquei logo abaixo das fotos para quem quiser ler... Outro assunto mas ainda nesse mesmo assunto,kkkkk A Fer sugeriu q nós fizessemos um amigo secreto na hora, e eu adoreeeeei a idéia.Funcionaria assim,cada uma levaria um mimo feito por ela mesma e na hora fariamos um sorteio, assim todos teria uma lembrança do encontro feito por uma amiga....O que acham ???? Como eu disse eu adorei.....Fer vc tá com tudo nas sugestões hein.....kkkkkkk Estamos agora definindo a data....Creio q amanhã ja posto aqui a data para q possamos nos organizar, ok...... Gente, não posso deixar de mencionar q nosso grupo já cresceu bastante começou com quatro e agora já esta com onze participantes confirmadas e varias esperando a confirmação da data para confirmar...Vamos lá amigas......
Quem quiser saber mais aqui o endereço deles http://www.casalilas.com.br/

Aqui a reportagem:
De espaço cultural a restaurante Administrada por três gerações de mulheres, a Casa Lilás surgiu como um espaço de cultura, mas o faturamento do pequeno café fez o empreendimento virar um restaurante caseiro Ricardo F. Santos* No centro histórico de Curitiba, capital do Paraná, havia uma casa lilás. Ao decidir abrir um espaço cultural na cidade, Glória Maria Vargas, 56, decidiu que ali seria o local ideal. Quando ficou disponível para aluguel, ela conversou com a família, associou-se a sua mãe, Carmem Maria Vargas, 78, e rapidamente alugou o espaço. A ideia inicial era comercializar artigos artesanais brasileiros e também oferecer atividades culturais, como lançamentos de livros e exposições de quadros. “Fizemos, junto a um órgão do governo, um levantamento de pessoas vinculadas ao artesanato e à cultura que pudessem expor e vender trabalhos aqui”, conta Anna Vargas de Farias, 30, filha de Glória, e assessora de gerência da Casa Lilás. Anexo ao espaço, elas abriram um café pequeno, mais um lugar para convivência do que propriamente para alimentação. No decorrer dos anos, e principalmente por causa da proximidade com a movimentada feira dominical de artesanato da cidade, o café começou a ficar cheio demais. Anna, sua mãe Glória e a avó Carmem perceberam que seria uma boa ideia servir almoço durante a semana. Mas as pequenas instalações eram improvisadas e não comportariam o projeto . “Por isso em 2008 fechamos a casa por um mês para ampliar a cozinha e assumir de vez o restaurante como foco. Até porque a fonte principal da receita havia passado a ser o café, mesmo com as condições reduzidas de atendimento”, conta Anna. A Casa Lilás é um imóvel de interesse histórico e, apesar dessa condição ser relevante para a proposta cultural do estabelecimento, ela limita algumas ações de reforma. “Não conseguimos aumentar a cozinha da maneira como queríamos, mas nossa infraestrutura para servir refeições melhorou muito”, diz Anna. Até o fim de 2009, o menu do restaurante era à la carte; mas o público demandava outro sistema. O prato à la carte levava 20 minutos para ficar pronto. Como durante a semana a maioria dos clientes é formada por trabalhadores com curto período de almoço, o tempo de espera ficava inviável. “Neste ano, implementamos o sistema de bufê. Ele é mais prático, tem maior diversidade de pratos e não tem tempo de espera”, afirma Anna. Antes da mudança, eles atendiam em média 25 pessoas por almoço. Agora, o número pulou para 60. Durante o final de semana, contudo, o menu ainda é à la carte. “Esse público é diferente. Eles não têm pressa, vêm para curtir a casa, o jardim dos fundos, cuidado pela minha avó, e passam até quatro horas aqui dentro”, diz ela. Mesmo tendo virado um restaurante, a Casa Lilás mantém o aconchego de um lar, com jardim nos fundos, mini-horta e um sótão mobiliado com sofás para leitura. “A classe artística de Curitiba, alguns grupos de teatro, vêm muito aqui, passam a tarde ensaiando, no jardim, no sótão”, conta Anna. A gestão do negócio é feita pelas três gerações, avó, mãe e filha. Em 2005, quando havia a loja e o café, havia apenas dois funcionários. Hoje, com o restaurante, há sete empregados durante a semana, e mais quatro aos domingos, todos registrados. Mas Anna garante que ainda há espaço para crescer. “Temos capacidade de atender ainda mais clientes, mas temos um pouco de dificuldade de tomar as melhores decisões para aprimorar o negócio. Nosso próximo passo é contratar um gerente específico em hotelaria ou gastronomia para profissionalizar mais a gestão”, diz ela. * O repórter viajou a convite da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) e do Ministério do Turismo Leia Mais

12 comentários:

Renata Rossini disse...

Que pena que não moro aí.
SNIFF.
Mas bom encontro pra vcs.

Priscila Rodrigues Bittencourt disse...

Dai...
eu queria tanto poder ir...
Mas, que seja ótimo o encontro de vocês tá!!!
E Num lugar desses então... Deve ser Maravilhoso!!!

Beijos e ótima tarde!

Fernanda bordando,pintando e aprendendo disse...

Oi Amiga.... a coisa ta tomando forma...e cara....Vai ser muito legal...
Vamos lá que vai ser super.... vai acabar virando uma tradição entre as blogueiras aqui de ctba.
Bjinhos....

Susana Beatriz disse...

Oi Daiane,
que peninha que não moro por ai! Fiquei morrendo de vontade de participar!
Mas,desejo que o encontro de vcs seja ótimo!
Beijinhos

Renata Rossini disse...

Oi amiga.
Você me enviou fotos?
Recebi uma sua com a Julia e outra com uma turma saindo para andar de cavalo.
Vc disse no email que tinha mais só que só veio estas duas ok.
Quero saber se vc vai querer participar da promoção pois não vi sua inscrição lá no meu blog.
Bjs e aguardo sua resposta ok.

Renata Rossini disse...

Tá carimbada sua participação.
Bjs

Ana Kroetz disse...

Olá,Daiane!Grata pela visita,estou retribuindo...Adorei seus crochês!
Só aguardando a data do encontro...
Bjs, Ana .

Carol Diniz disse...

Nossa Dai.. que delicia que vai se heim..
Tbm gostei da ideia do amigo secreto.. pq etava querendo levar uns mimos jah.. mas como esta crescendo tanto esse numero de participantes.. oq e' superr divertido achi q ia ser meio dificil.. kkk
Entao sera otimoooo..
Estou anciosa pra escolha da Dataaaaa.. pq o local esta marailhoso.. ainda nao conheco essa casa lilas.. mas por ser no Larg deve ser um aconchego neh.??
Eu e meu marido amamoooosss as feitinhas e tdo q tem por lah..
Bjussss ;)

Cafofo da Fran disse...

Tbm queroooooo hehehe
bjus

Sue Paula disse...

Oi, Daiane!
ADOREI o lugar. Vou colocar no meu blog. Demaisssssssssss!!!
Boa noite!
Abracinhos
Sue

Reminy disse...

Dai...
adorei a idéia,mas sábado eu trabalho....snif,snif.
Se fosse um pouco mais tarde até daria, mas sei que complica para vcs tb, então vou ter que deixar para a próxima.

Ai estou louca para encomendar os chaveiros, mas não tem me sobrado r$....

bjos.

Tays Rocha disse...

Fernanda, eu tinha o maior interesse em ir, mas tive compromissos fora da cidade e não passei muito bem esses dias ;o( Quando tiver outro me avisa, pode ser no ateliermundocountry@yahoo.com.br
Beijos e obrigada pelo convite!